Funcionamento de um sistema fotovoltaico

Um sistema fotovoltaico é aquele que produz a energia elétrica a partir da luz solar, mesmo em dias nublados ou chuvosos. As células fotovoltaicas, geralmente feitas de silício ou outro material semicondutor,  são os elementos receptores de energia. Quando estas células são excitadas pela luz solar, os elétrons do material semicondutor se movimentam e, assim, geram a eletricidade. Quanto maior for a radiação solar sobre as células fotovoltaicas  maior será a quantidade de eletricidade produzida.

solar-panels-1273129_1920

Estas células são interconectadas e dispostas em um painel fotovoltaico, que possui uma estrutura metálica de sustentação e proteções mecânicas adequadas. Um ou vários painéis interligados irão gerar a energia elétrica em corrente contínua, que poderá ser armazenada em baterias ou transformada em corrente alternada através dos equipamentos chamados de inversor.

 

Sistemas conectados à rede 
Os sistemas fotovoltaicos conectados  à rede (também conhecidos como on grid ou grid tie) são mini ou micro-geradores de energia elétrica sincronizados à rede da distribuidora, e que irão produzir a energia que você precisa para sua residência ou empresa (veja no link “Parceiros” um vídeo explicativo sobre o funcionamento de um sistema).  Estes sistemas são formados por um conjunto de painéis fotovoltaicos e um ou mais inversores. Durante o dia, uma parcela da energia gerada será consumida diretamente no seu próprio imóvel, e o excedente será injetado na rede da concessionária na forma de crédito. À noite, quando o seu sistema fotovoltaico parar de produzir energia, seu imóvel irá consumir os créditos gerados durante o dia.

Desde o dia 1º de março de 2016 estão em vigor as novas regras aprovadas pela ANEEL (Agencia Nacional de Energia Elétrica) para a geração de energia elétrica distribuída, fazendo com que cada casa, edifício comercial ou residencial, bem como comércio e indústria ganhem incentivos adicionais para gerar sua própria energia elétrica. Estas regras fazem parte da resolução normativa 687/2015, um aprimoramento da resolução original 482/2012, e que traz grandes melhorias para o incentivo e desenvolvimento da geração de energia elétrica solar.

Sistemas isolados 
Os sistemas fotovoltaicos isolados (também conhecidos como  autônomos ou off grid) são aqueles que funcionam de forma independente da rede. Neste caso, são necessárias baterias para realizar o armazenamento da energia que o sistema gera durante o seu funcionamento, de forma a permitir o fornecimento ininterrupto de energia elétrica ao longo de todo o tempo. A necessidade de baterias representa um aumento considerável no custo inicial e de manutenção do sistema, o que o torna inviável se comparado com um sistema conectado à rede. A aplicação deste tipo deste tipo de sistema ocorre em locais ou regiões relativamente distantes da rede de energia da distribuidora.

solar-cells-708178_1920